PARAÍSO à beira Rio



  • Tipo: Quintas
  • Estado: compra
  • Braga, Vila Nova de Famalicão

PARAÍSO à beira Rio

Quinta com, cerca de, 9.176,00 m2 na margem esquerda do Rio Ave.

Descrição do prédio: 2 prédios de moinhos de água e casa de habitação do moleiro, tendo uma divisão em cada moinho e duas divisões na casa de habitação.

Área total: 9.176,00 m2, área de implantação do edifício: 130,00 m2, área bruta de construção: 130,00 m2.

Caracterização técnica específica

Dimensão da azenha: 15,7 m x 7 m; área de implantação: 107,5 m2; cércea: 6,76 m; volumetria: 726,7 metros cúbicos; Nº de pisos: Cabouco; rés-do-chão e andar; nº de vãos: Portas-4; janelas-9. Cobertura: 5 águas; Quebra-mar: sim; Rodas hidráulicas: 2do lado de fora e 2 do lado de dentro; Nº de mós: 5 casais de mós.

Dimensão Açude: 77,6 m lineares; Implantação: em V reforçado no vértice por uma ilha repleta de freixos. Altura: Jusante-2,32 m, Montante: 1,45 m, espessura: máx. 2,3m e min.1,5m.

Materiais construtivos: pedra de granito.

Referência cronológica: Existe um projecto de reconstrução com a data de 1941. (Costa, Francisco da Silva; “A Gestão das Águas Públicas – O caso da Bacia Hidrográfica do Rio Ave no período 1902-1973”; Universidade do Minho – Instituo de Ciências Sociais, Tese de Doutoramento em Geografia Ramo de Geografia Física e Estudos Ambientais, 2007).

Proprietários: Capitão da Aldeia de Povoação; actualmente Mário Loureiro.

Moleiros: António Ramalho; existe a indicação que o último moleiro era cego.

Exerceu a actividade até: 1970

Actividades exercidas:

Teve uma roda de elevar água para rega no golão do lado de dentro que conduzia a água por meio de um aqueduto em pedra até um charco localizado a sul, próximo da entrada para o terreno. Teve um engenho de macerar o linho entre o Açude e a ilha e um engenho de pesca. Teve um barco que ficava atracado no golão do lado de dentro que fazia a travessia do rio Ave. Dispunha de uma pequena Azenha de Inverno com uma roda do lado de fora que era accionada pela água depositada na represa. Teve um poço com água medicinal. Nos anos 80 foi discoteca. Recentemente foi realizado um ante-projecto da autoria da Arquitecta Maria Loureiro, para a reabilitação da Azenha de Povoação, Azenha de Inverno e Abrigo de animais que incluía arranjos exteriores para fins de lazer e recreio.

Para mais informação Ligue: 914768020
António Cunha